Experience On / Dados

Data Analytics: mais visões de especialistas

por Elcio Santos - 05/03/2020

Resumindo, publicamos as opiniões de 7 importantes experts no assunto que participaram do Virtual Analytics Summit, organizado pela Observe Point.

Você leu o post sobre Data Analytics publicado em nosso blog em 13/2? Se não leu ainda, não perca tempo, pois é leitura obrigatória agora que começa o Ano da Data Transformation, como alguns estão chamando (volto a esse assunto em outro post).

Resumindo, publicamos as opiniões de 7 importantes experts no assunto que participaram do Virtual Analytics Summit, organizado pela Observe Point.

Naquele artigo, escolhemos as opiniões mais generalistas e estratégicas.

Neste, vamos trazer outras opiniões, mas escolhemos aquelas mais específicas, mais táticas.

Em ambos os textos, a questão básica é simples: procure sempre maneiras de descomplicar!

O mundo da análise digital pode até estar se tornando mais complexo, mas isso não quer dizer que não haja formas de tornar a administração dos seus dados algo simples e facilmente aplicável.

Nossa metodologia LearnOnEngageOnGrowOn vai nessa direção.

Vamos ver o que os especialistas disseram…

Identifique e resolva as discrepâncias nas transações — por Peter O’Neill, Director of Analytics at Ayima

Peter O'Neill

Peter O’Neill

Embora os dados envolvidos em uma análise digital nunca sejam exatamente “precisos”, eles precisam ser confiáveis.

Para tomar decisões mais inteligentes e realizar ações mais efetivas, você precisa compreender que a inteligência resultante dos dados é mais importante do que os próprios dados.

É a tal dicotomia entre o que é importante e o que é urgente.

Concentre-se em quais dados são úteis e não apenas naqueles que você precisa em prazo mais curto.

Estabelecer confiança nas principais ações de conversão capturadas em qualquer ferramenta de análise digital é fundamental para as organizações realmente usarem o insights que a ferramenta fornece para informar suas ações e decisões.

3 dicas para criar impacto com as ideias durante a apresentação dos dados e evitar que a plateia se transforme em figurantes do “walking dead” — por Lea Pica, Data Storytelling Advocate da LeaPica.com

Lea Pica

Lea Pica

Seus executivos e clientes costumam virar zumbis durante suas apresentações de análises de dados?

Provavelmente, em vez de demonstrar claramente, seus slides estão escondendo os insights que você reuniu com tanto trabalho — e destruindo suas chances de sucesso.

Jogar gráficos em alguns slides e mostrá-los às partes interessadas é fácil e é também o que pode matar suas chances de sucesso.

A chave para uma ação inspiradora ao apresentar idéias é usar técnicas de narrativa cinematográfica que são amigáveis para o cérebro.

Infelizmente, isso não é algo que aprendemos na escola de administração ou de negócios.

Felizmente, você não precisa de um PhD em neurociência ou design para criar apresentações simples e poderosas que vão transformar seus dados em super-heróis. Há basicamente três pontos a considerar:

Imagine-se como parte do público. Entenda o que seu público está pedindo, mas não sabe dizer.

Use suas ferramentas com sabedoria. Aproveite as imagens para evocar emoções e inspirar ações.

Maximize a absorção de dados, apresentando-os de maneira clara e convincente projetado para que realmente inspirem a audiência .

Dados abrangentes e precisos: a pedra angular de um programa de personalização bem-sucedida — por Shawn Reed, Sr. Director, Marketing Technology Solutions da Blue Acorn iCi

Shawn C. Reed

Shawn C. Reed

Na minha carreira, encontrei muito poucos clientes que dizem confiar totalmente em seus dados.

E, no entanto, esses mesmos clientes estão despejando enormes quantidades de dinheiro em iniciativas avançadas de personalização.

Sem dados precisos para alimentá-los, os esforços de personalização são uma perda absoluta de tempo e dinheiro.

Mas garantir bons dados requer muito menos tempo e esforço do que a maioria das pessoas pensa.

Essas são as quatro principais coisas que eu acho importantes levar em conta antes de embarcar na jornada de melhorar seus clientes e a qualidade dos dados da sua empresa e, assim, melhorar seus recursos de personalização e as experiências que você pode oferecer a seus clientes e prospects:

  • Compreender o impacto da personalização com dados incorretos
  • Colocar a qualidade dos dados em primeiro lugar
  • Estabelecer um centro digital de excelência em toda a organização
  • Definir expectativas realistas sobre a qualidade dos dados e a personalização

Aperfeiçoe o processo de validação e liberação antes que os erros destruam seus dados — por Chris O’Neill, Solutions Architect da ObservePoint

Chris J. O'Neill Chris J. tem uma conta

Chris J. O’Neill

Ao facilitar uma abordagem proativa para controlar suas análises e marketing, as tags podem fornecer enormes benefícios para a precisão de sua implementação, e isso aumenta a sua credibilidade.

Idealmente, você deve identificar erros de análise antes que eles aconteçam.

Eis algumas maneiras de fazer isso:

  • Resolver problemas de qualidade de dados antes que eles sigam para a produção com um ambiente de Validação e Liberação
  • Focar na implementação da governança de tags no desenvolvimento inicial de ambientes, como teste, desenvolvimento e controle de qualidade
  • Instaurar uma cultura de governança proativa de tags

 

Meça duas vezes, corte uma vez: melhore sua estratégia de análise digital para obter melhores insights — por Aimee Bos, Senior Director, Analytics Strategy da Blast Analytics & Marketing

Aimee Bos

Aimee Bos

Os clientes esperam experiências relevantes e personalizadas que levem em consideração seus comportamentos passados.

Como resultado, medir suas jornadas de clientes, atuar nessas jornadas e desenvolver experiências digitais tornou-se ainda mais complexo.

Os dados fazem parte de tudo e seus dados digitais são mais do que apenas números.

Seus dados de análise digital são a base para toda a operação de todas suas ferramentas de marketing.

É preciso trabalho e discernimento para coletar dados e ter uma análise confiável, construir uma estratégia de dados para coletar e identificar pegadas digitais dos clientes que o ajudarão a descobrir insights e tomar medidas para melhorar as experiências dos clientes e impulsionar o crescimento.

 

Maximize seus canais de marketing — por Jon Tomlinson, Sr. Analytics Architect da Metric Partners Consulting

Jon Tomlinson

Jon Tomlinson

Os relatórios precisos dos canais de marketing são um fator-chave na tomada de decisões para qualquer equipe de marketing.

Para garantir dados de canal de qualidade e atribuição, as definições de regras devem ser cuidadosamente consideradas e maximizadas para oferecer aos tomadores de decisão a melhor percepção.

Melhoria consistente da qualidade dos dados significa melhoria das tomadas de decisão, que pode levar à otimização, maior impacto organizacional, menos confusão e trabalho mais significativo.

Descomplique já

Converse com um especialista em estratégia de CRM