Experience On / Podcast

Descomplicando o Social Analytics

por Elcio Santos - 31/03/2021

Começa agora o nono episódio da série Descomplicando o Mundo dos Dados: Social Analytics.

Episódio 9

Você conhece aquela história da análise de sentimento que orientou um tweet que substituiu uma campanha inteira de TV?

Foi durante a “guerra dos sanduíches de frango” entre as redes Popeyes e Chik-Fil-A.

Vamos entender mais sobre Análise de sentimento e Social Analytics.

Transcrição

Hello Walkers!

Seja bem-vindos ao DESCOMPLICANDO O MUNDO DOS DADOS.

Trata-se de uma série de programas preparados com muito carinho com o objetivo de fazer com que você entenda melhor tudo o que acontece em torno de três pilares importantes que têm moldado a sociedade moderna:

  • Nossos amados consumidores
  • Dados
  • Insights

Vamos te ajudar a chegar na frente da concorrência.

Fique conosco até o fim pois como já é de costume, além de ouvir um conteúdo bacana, temos um presentinho reservado para você.

Meu nome é Elcio Santos e eu sou CEO da Always On.

Nesta nova série vamos explorar o Social Analytics, ou seja, as análises e os insights gerados pelos dados recolhidos principalmente nas mídias sociais – algo que a cada dia ganha mais importância no Mundo dos Dados.

Até alguns anos atrás era fácil perceber as emoções de um consumidor. Suas expressões faciais entregavam se ele estava feliz, triste, bravo, surpreso. Seu semblante já revelava qual teria de ser a principal estratégia para trabalhar uma venda, ou, fechar um negócio.

Mas aí veio a revolução digital e os clientes começaram a ficar cada vez mais distantes. E as negociações, consequentemente, são mais difíceis.

Surgiram alguns projetos por volta do ano dois mil, mas a quantidade de variáveis envolvidas era astronômica. E a tecnologia disponível, muito limitada.

Com o surgimento das redes sociais a quantidade de variáveis simplesmente explodiu!!!

As emoções agora são basicamente expressas virtualmente nos mais variados formatos como:

  • Comentários
  • posts em redes como Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter,
  • Vídeos curtos em plataformas como o TikTok, e muitos outros.

Para complicar, emoções são, por definição, dados desestruturados. Sem metodologias adequadas e ferramentas eficazes, transformá-los em insights que nos permitam identificar tendências e atuar de forma assertiva, torna-se das missões mais desafiadoras do mundo moderno.

Mas calma, que a gente está aqui para descomplicar.

A boa notícia é que já existem as tais metodologias e ferramentas adequadas e eficazes.

Basta, portanto, criar processos e desenvolver soluções efetivas para transformar os dados recolhidos das mídias sociais em autênticas fontes inesgotáveis de informações e insights, que podem trazer insumos para diferentes indústrias e fontes diversas que vão desde pesquisas e o levantamento da polaridade de uma marca, até dados que propiciam modelagens preditivas capazes de gerar previsões testáveis.

A Always On usa para isso uma arquitetura, que também é um conjunto de serviços, chamado Data Fabric, tecido ou malha de dados.

Nós já explicamos do que se trata em outro episódio deste Descomplicando o Mundo dos Dados.

Ouça lá, você vai gostar.

Aqui vamos só lembrar que envolve uso de metadados que é a informação sobre o contexto de cada dado, facilitando assim o entendimento dos relacionamentos e a utilidade das informações coletadas e processadas.

Além disso, ativa técnicas de Inteligência Artificial para recomendar a próxima melhor ação e o monitoramento automático de controles de governança, entre outras aplicações.

Para compreender e usar os dados desestruturados temos que convertê-los em dados estruturados, ou seja, dados acionáveis. Assim, qualquer método estatístico pode ser usado para análises posteriores.

Fazemos isso em duas etapas:

  1. extração
  2. agrupamento e marcação

Uma vez que os dados são recebidos, extrair os termos importantes que estão dentro das mensagens é o primeiro passo para a interpretação. Podem ser palavras, frases ou informações para realizar a análise.

A próxima etapa após identificar as palavras é agrupá-las em características semelhantes, a fim de reduzir os dados para fácil interpretação.

Além disso, as palavras são marcadas com códigos para entrada e análise estatística.

Dessa forma, convertemos os dados brutos em categorias que se tornam a força vital de qualquer análise.

No próximo episódio, vamos explorar o case da Popeyes – aquele que eu falei na entrada deste podcast.

Vamos descobrir como essa rede de lanchonetes usou social analytics com sucesso.

Mais do que isso: vamos começar a entender como extrair o ROI, retorno sobre investimento, das ações criadas a partir dessa abordagem.

Não percam!

Tem mais: a equipe da Always On preparou para você um ebook incrível sobre Social Analytics.

Chama “Decodificando Sentimentos” e foi criado em parceria com a equipe da revista Consumidor Moderno.

Peça já o seu exemplar — é grátis! — pelo e-mail [email protected].

Aproveite para enviar também suas dúvidas, suas sugestões e suas críticas — por que não?

E se gostou, dê like, comente, compartilhe.

Bem…eu já vou andando…

Vejo você por aqui.

Até o próximo Descomplicando o mundo dos dados.

Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor