Experience On / Mundo dos Dados

O próximo passo da curadoria de dados: colaboração entre IA e humanos

por Elcio Santos - 18/10/2023

Pesquisadores militares dos EUA estão abordando a indústria para determinar como a inteligência artificial (IA) e o aprendizado de máquina poderiam ajudar os analistas e comandantes de inteligência a coletar, destilar e classificar informações rapidamente por meio da automação de máquinas.

O nome do projeto é Collaborative Knowledge Curation (Curadoria Colaborativa de Conhecimento) que envolve recolher informações de muitas fontes; triá-las como “não-importantes”, “contextuais” ou “acionáveis”, identificar fatores e ligações causais; encontrar conjuntos de dados associados, e desenvolver métricas para medir os objetivos.
Também converte objetivos em linguagem natural, como “construir soft power”, em hipóteses causais mensuráveis, como “ao aumentar D aumentará X, conforme medido por I”.
Apesar de ser um passo vital na tomada de decisões, a curadoria de dados é geralmente feita manualmente, o que significa que os analistas e os decisores muitas vezes ignoram fatores importantes em sistemas socioeconômicos complicados.
Por exemplo, as restrições à compra de petróleo russo não incluíam proibições à venda de navios à Rússia, o que permitiu o crescimento de uma frota paralela para transportar petróleo, desafiando os limites de preços.
O projeto CKC deverá  explorar como as máquinas podem ajudar analistas e tomadores de decisão a selecionar informações de maneira mais rápida e completa.
Para isso, será necessário tratar humanos e máquinas como parceiros na automatização da curadoria de conhecimento.
Os humanos e os computadores com IA poderão colaborar, permitindo que os humanos ajam como especialistas que lidam com objetivos de cura e fornecem bom senso. Obviamente há vários desafios técnicos que envolvem dados, dinâmica e representação.
Fonte: Military+Aerospace Electronics
Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor