Daqui as empresas decolam para provar suas intenções em relação aos seus clientes, dispostos a estarem ON na hora de adquirir novos clientes e de fidelizar os seus clientes atuais, aperfeiçoando suas entregas de valor e o desempenho em termos de receitas e lucros

LearnOn

EngageOn

GrowOn

Infra Always ON

LGPD

LearnOn

Resultados de 73% - e até mais! – são simples de atingir.

Quando uma empresa descomplica seus processos, usando a metodologia da AlwaysOn – LearnOn, EngageOn, GrowOn –, o entendimento preciso da jornada do consumidor deixa de ser um desafio e passa a ser o modelo descomplicado de operar no dia a dia. Eles aprendem rapidamente a falar com a pessoa certa no momento certo em 98% das vezes.

Bônus: um ROI — retorno sobre investimento– de 300 vezes!

O que a metodologia da AlwaysOn tem de verdadeiramente simples é que nunca deixamos de considerar o objetivo final, seja vender para novos clientes, seja vender mais para os clientes atuais, seja defender um território ameaçado por novos entrantes, seja qual for a estratégia baseada em relacionamento com o cliente. E colocamos sempre na equação o fato de que tempo é crucial. Por isso, estamos permanentemente medindo a temperatura da água, entendendo as razões das mudanças – e agindo sem demora para garantir que os objetivos sejam alcançados.

Eis as atividades desenvolvidas nesta fase:

  • CRM Assessment:
    • Análise de objetivos, metas e processos de otimização
    • Avaliação de estratégias, processos, rotinas, ações e resultados, information gaps e outdated data – incluindo sugestões de melhoria
    • CRM Economics: Aquisição, Rentabilização e Fidelização de clientes
  • Business Analytics
    • CRM visualizer
    • Cenários
    • Tendências
  • Jornada do consumidor:
    • Mapeamento dos pontos de contato
    • Otimização da multicanalidade
    • Métricas
  • Entendimento da Buyers’Persona
  • Datamining — análise exploratória de dados
  •  LGPD – Análise dos impactos no Brand Equity
  • Mapeamento completo para a integração dos sistemas legados da empresa

EngageOn

Aumentar em 77% as conversões com base em estratégias de CRM é simples.

Ao usar a metodologia da AlwaysOn – LearnOn, EngageOn, GrowOn — um dos nosso clientes engajou rápida e eficazmente seu público-alvo através de personalização e da criação de confiança.

Bônus: a receita aumentou em 2,7 vezes!

A metodologia da AlwaysOn é construídas sobre conceitos científicos, mas funcionamos o tempo todo em bases empíricas, seguindo a filosofia “agile”. Na prática, isso quer dizer que buscamos os denominadores mais simples, montamos pilotos e células-teste, fazemos funcionar rapidamente, testamos e corrigimos, testamos e aperfeiçoamos, testamos e expandimos. No final, por mais sofisticada que a estrutura pareça, continuamos a lidar com elementos simples e extremamente operacionais.

Eis as atividades desenvolvidas nesta fase:

  • Desenho estratégico de relacionamento com o consumidor:
    • Targets
    • Mensagens
    • Canais
    • Réguas de Relacionamento
    • Criação e produção de toda a comunicação ligada ao relacionamento com o cliente (front e back end)
  • Enriquecimento dos dados
  • Preparação para acesso ao consumidor com base para LGPD
  • Definição de Personas (target, voice and tone)
  • Infraestrutura proprietária para “orquestração” das campanhas (automação de marketing)
  • Profissionais capacitados para operar outras ferramentas de automação (Oracle, Salesforce, etc…)
  • Automação das experiências do cliente e aumento de relacionamento com como foco em LTV e vendas

GrowOn

Tomar decisões 5 x mais rápido que a concorrência é simples.

A metodologia AlwaysOn – LearnOn, EngageOn, GrowON – organiza as informações de diferentes fontes de dados (inclusive dados desestruturados), gera conhecimento e acionamentos rápidos e precisos, promovendo resultados tangíveis de curto, médio e longo prazo, onde o relacionamento com o cliente ao longo do tempo é a chave do sucesso sustentável dos nossos clientes.

Bônus: Aumento da receita na casa dos milhões de dólares!

Vamos esclarecer um ponto. A simplicidade que buscamos em nossa metodologia tem a ver com eficiência. Mas não abrimos mão de eficácia em hipótese alguma. Entregamos rápido, sim, mas entregamos o resultado pretendido sempre. E não entregamos apenas uma vez: nossos modelos são recorrentes. Ou seja, realimentam-se continuamente. Além disso, medem permanentemente a recompra, o reuso, a renovação da assinatura, transformando o produto/serviço no seu combustível do sucesso, onde o verdadeiro herói nessa jornada é sempre o consumidor.

Da mesma forma, aumentar o resultado da sua empresa em 60% é simples.

A metodologia AlwaysOn – LearnOn, EngageOn, GrowON – utiliza informações acerca do ciclo de vida do cliente para reconhecer seus desejos e prever suas próximas necessidades, colocando sua empresa não apenas na frente da concorrência, mas em 1o lugar na mente do consumidor.

Bônus: cliente feliz, ativo por mais tempo e muito mais rentável!

Eis as atividades desenvolvidas nesta fase:

  • Modelos estatísticos: Propensão de compras, Churning, Cross e Up Selling
  • Datasourcing (ETL)
  • LGPD Business Value Protection: LGPD trazendo valor para a sua empresa; organiza e protege seus dados, unindo Tecnologia + Processos + Pessoas + Legislação
  • Infraestrutura proprietária e Híbrida (local + nuvem):
    • Certificada
    • Preparada para LGPD:
    • Desenho de governança
    • Processos de implementação
    • Monitoramento
    • Fácil integração entre sistemas legados e áreas chave na relação com o consumidor (marketing, vendas e tecnologia)
  • Time to Market: Velocidade para acompanhar o mercado em rápida transformação
  • BI / Tomada de decisões: Avaliação analítica e de negócios (business intelligence)
  • Data Visualization: Apresentação gráfica dos resultados; transformamos dados em informações visuais e damos empoderamento às áreas de marketing, vendas, digital commerce, customer service

Infra Always ON

Elevar sua rentabilidade em até 12 x é simples.

Um estudo do Gartner apontou: as áreas de marketing vão ter mais dinheiro para investir do que as áreas de tecnologia. Isso é simples de entender: na economia do conhecimento, esse investimento dará rendimentos em tempo para o cliente, o que o fará mais feliz — e cliente feliz gera mais lucros para as empresas!

O segredo é não precisar depender da área de TI e suas inevitáveis filas. Será bom para o seu cliente, que não precisa ficar esperando para receber um serviço de qualidade, bom para você, que pode oferecer essa qualidade com rapidez – e bom até para a TI.

O Infra AlwaysOn segue os melhores e mais rígidos padrões de segurança da informação requeridos pelos clientes, graças a investimentos permanentes e capacitação contínua em políticas, procedimentos e práticas para garantir o mais alto padrão de segurança da informação.

A filosofia da AlwaysOn apoia-se sobre os 4 pilares:

  • Segurança: a segurança dos dados e informações dos clientes é prioridade. E há o compromisso de construir softwares e serviços que atendam às necessidades de negócio dos nossos clientes com a maior segurança possível.
  • Confiabilidade: melhorar sempre a qualidade é um exercício incansável. As tecnologias, produtos, processos e pessoas empenhados nesse objetivo têm por padrão esse parâmetro.
  • Privacidade: nossos clientes têm o direito de controlar suas informações, bem como estabelecer que procedimentos para lidar com esses dados são os mais importantes de acordo com seu negócio. É responsabilidade da AlwaysOn criar uma experiência de altíssima confiança oferecendo as melhores práticas nesse tópico.
  • Práticas de negócios: a AlwaysOn dedica-se incessantemente à busca dos mais altos padrões e condutas de negócios que assegurem tanto integridade e confidencialidade quanto transparência nas práticas internas a fim de endereçar as expectativas legais, comerciais e éticas relacionadas aos produtos e serviços oferecidos pela companhia.

Os ambientes são protegidos e certificados ISAE 3402; testes de performance e segurança são efetuados por profissionais qualificados de maneira a oferecer um ambiente à prova de falhas. O engajamento na segurança desses profissionais e dos seus gestores é uma característica da AlwaysOn.

Além disso, os ambientes são separados para a criação de produtos ou serviços em etapas de desenvolvimento, homologação e produção que são segregados e obedecem às melhores práticas de mercado: desenvolvimento de código seguro, progressão para homologação com testes de qualidade e carga e deploy em produção, com recursos de alta disponibilidade e segurança.

A conexão física e lógica desses ambientes tecnológicos é intermediada por equipamento de segurança com regras para acessos. O ambiente de produção é fisicamente isolado com controles adicionais. Garantimos uma menor superfície de acesso e, consequentemente, menores possibilidades de modificação ou uso indevido dessas informações.

Todos os funcionários contratados assinam acordos de confidencialidade que regulam juridicamente essas relações. Também passam por treinamentos de segurança que visam à conscientização e preparação para operar em ambiente seguro e de modo seguro. Nesse treinamento ele é capacitado a trabalhar de maneira segura por meio técnico e por processos de “engenharia social”. O seu acesso à rede é especificado de acordo com o grupo ao qual pertence e sua estação de trabalho possui proteções de firewall, antivírus e detecção de malware.

Os sistemas tecnológicos de proteção da AlwaysOn são os utilizados pelas empresas “Fortune 500”, seguindo os mais altos padrões. Proteções em nível de firewall e detecção e prevenção de intrusos são implementados para identificar e remover conexões suspeitas.

As práticas adotadas na Segurança de Informação devem trabalhar de forma incessante e dinamicamente sobre as Tecnologias, as Pessoas e os Processos de tal maneira a assegurar o ambiente mais seguro e confiável para seus clientes.

LGPD

Evitar multas que podem chegar até 50 milhões por infração, não é necessariamente simples, mas é possível gerar valor para o cliente, para sua empresa e ainda economizar uma grana em multas regulatórias.

A partir de agosto de 2020, entra em vigor no Brasil a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Por um lado, ela coloca o Brasil entre os pouco mais de 100 países que protegem de forma adequada o uso de dados e a privacidade de sua população no ambiente eletrônico. Por outro, está tirando o sono de muitos executivos, que temem ver suas estratégias de negócio afetadas negativamente.

Os clientes da AlwaysOn dormem bem.

Eles estão sendo devidamente preparados não apenas para enfrentar aquele momento em que a chave será virada e todo o ambiente de negócios no país passará a conviver com essa realidade, mas para tirar proveito disso, consolidando a imagens de parceiros confiáveis e capazes de funcionar com os parâmetros mais elevados da ética comercial.

Para dar uma ideia do que vem por aí – e como estamos preparados para assumir a responsabilidade pelo sigilo dos dados, garantindo que os negócios até evoluirão mais facilmente – vamos dar um resumo do que é a LGPD e suas implicações.

O que é a Lei Geral de Proteção de Dados?

A Lei nº 13.709/2018 vai regulamentar todas as atividades que tratam de dados pessoais, alterando os artigos 7º e o 16º do Marco Civil da Internet. Com ela, a privacidade dos brasileiros e a proteção dos seus dados passará a ser assegurada, contando com regras específicas para esse fim.

Foi desenvolvida com base na General Data Protection Regulation, usado na União Europeia, e na California Consumer Privacy Act, ambas em vigor desde 2018.

O respeito à privacidade, à liberdade de informação e de expressão, à comunicação e à opinião também estão no escopo dessa legislação, que se fundamenta nos valores de inviolabilidade da intimidade, da imagem e da honra das pessoas.

Além disso, a lei garante o respeito à livre iniciativa e concorrência, ao desenvolvimento tecnológico, econômico e a inovação, tendo como base a defesa do consumidor e os direitos humanos.

Quais são as definições trazidas pela Lei Geral de Proteção de Dados?

Foram criadas algumas definições, que são fundamentais para o entendimento da legislação e para que as empresas entendam que tipos de dados podem ser coletados e utilizados por elas e de que maneira isso pode ser feito. Elas também asseguram ao usuário mais transparência e segurança nesse sentido.

Dados pessoais

São aquelas informações relacionadas à pessoa natural identificada ou identificável. Entre elas, incluem-se nome, idade, e-mail, endereço, documentos (RG, CPF, CNH etc.), número de telefone, entre outros. Não entram aqui os dados de pessoa jurídica, como CNPJ, razão social, endereço comercial, entre outros, pois não são considerados informações pessoais.

Dados pessoais sensíveis

São aquelas informações pessoais que podem levar a situações de discriminação. Entre elas, podemos citar caráter religioso, origem étnica ou racial, dados genéticos ou biométricos, filiação a organizações ou sindicatos, opinião política etc.

Tratamento

Trata-se de tudo o que pode ser feito com os dados pessoais. Nesse escopo, entram ações como coletar os dados, produzir, receber, classificar ou utilizar. Também estão incluídos o processamento, a reprodução, o arquivamento ou o armazenamento, a transferência, a eliminação, a avaliação e o controle do dado, a difusão ou a extração das informações (lembrando que tudo isso só poderá ser feito com consentimento do usuário).

Controlador

Trata-se da pessoa jurídica ou natural responsável por todas as decisões relativas ao tratamento dos dados pessoais.

Processador

Aquele que faz o tratamento dos dados pessoais para o controlador. Ele pode ser pessoa física ou jurídica.

Consentimento

É a forma como o titular das informações se manifesta, concordando com o tratamento dos seus dados pessoais. Isso deve ser feito de forma inequívoca, livre e informada, além de específica para uma finalidade previamente determinada.

Anonimização

Técnicas e processos que fazem com que uma informação perca a possibilidade de ser associada a um indivíduo de forma direta ou indireta.

Pseunonimização

Técnicas e processos usados para dificultar a identificação do titular dos dados. Quando o dado é pseudinimizado, ele recebe o mesmo tratamento do dado pessoal perante a Lei Geral de Proteção de Dados.

O que muda para as empresas com a LGPD?

Muita gente associa a legislação apenas a empresas que atuam diretamente no meio digital, como as redes sociais, em especial o Facebook, que tem um número grande de usuários no Brasil. No entanto, qualquer negócio que colete e armazene informações dos seus clientes de forma digital deve prestar atenção à nova lei. Isso inclui empresas do varejo, escritórios de contabilidade ou de Direito, entre outros. Portanto, é preciso cuidado com o uso das informações em sistemas de gestão, programas de fidelidade ou de conquista de clientes etc.

Quais são as sanções nos casos de descumprimento da lei?

A LGPD determina sanções administrativas nos casos em que os direitos sobre os dados forem extrapolados. A primeira delas é uma advertência, com prazo para correção. Após isso, podem ser aplicadas multas simples, de até 2% do faturamento líquido da empresa. Esse valor é limitado a R$50 milhões por infração. Na reincidência, são aplicadas multas diárias, publicização da infração, bloqueio dos dados e, até mesmo, eliminação deles.

LearnOn
Resultados de 73% - e até mais! – são simples de atingir.

EngageOn
Aumentar em 77% as conversões com base em estratégias de CRM é simples.

GrowOn
Tomar decisões 5 x mais rápido que a concorrência é simples.

Infra Always ON
Elevar sua rentabilidade em até 12 x é simples.

LGPD
Evitar multas que podem chegar até 50 milhões por infração, não é necessariamente simples, mas é possível gerar valor para o cliente, para sua empresa e ainda economizar uma grana em multas regulatórias.

Descomplique já

Converse com um especialista em estratégia de CRM