Experience On / Dados

O varejo vai às compras: que dados colocar no seu carrinho?

por Elcio Santos CEO Always ON - 09/11/2023

O varejo vai às compras: que dados colocar no seu carrinho? Descubra os dados essenciais para impulsionar seu sucesso!

O varejo enfrenta crescentes desafios, tais como complexidades na cadeia de abastecimento, regulamentações de privacidade, demandas por hiperpersonalização e experiências omnicanal.

Além disso, é crucial utilizar dados próprios para construir relacionamentos significativos com os clientes, impulsionar o crescimento e aprimorar a eficiência operacional.

No entanto, uma pesquisa recente da CommerceNext revelou que 65% dos varejistas consideram o gerenciamento de dados como seu desafio mais urgente ao tentar aproveitar seus próprios dados.

O desafio: como repensar a abordagem de coleta e utilização de dados dos clientes?

#1: verifique sua lista de compras

A maioria dos varejistas possui quantidades significativas de dados próprios de clientes. No entanto, esse grande volume de dados pode dificultar a identificação de padrões e insights significativos.

Para superar essa dificuldade, alinhar as perguntas que se deseja responder pode ser crucial. Isso ajuda a descobrir quais dados você realmente precisa para atingir seus objetivos.

Um caso de uso bem definido, que descreva o estado atual, o resultado desejado, as atividades de apoio e a complexidade relativa, pode facilitar a priorização de quais dados são necessários.

#2: Desbloqueie os dados transacionais

O acesso a dados transacionais é um componente fundamental de qualquer abordagem moderna de varejo baseada em dados.

Além disso, integrando dados transacionais, atributos e comportamentos individuais em uma plataforma centralizada, como um CDP, os varejistas podem obter uma visão completa de cada cliente, aprimorando assim diversos aspectos de suas operações.

#3: Aumente a sofisticação de suas estratégias

Na procura de aproveitar os seus dados próprios, os varejistas sucumbem muitas vezes ao fascínio de uma abordagem “big bang” para a transformação do negócio, ignorando os benefícios de uma abordagem em que os resultados são cumulativos.

No entanto, “quick-wins” podem garantir que as suas estratégias baseadas em dados produzam resultados mais rapidamente, ao mesmo tempo que apoiam iniciativas de transformação mais amplas e de longo prazo.

#4: maximize o impacto dos dados

Os varejistas devem examinar cada dado que capturam e perguntar por que isso é essencial.

Ademais, o verdadeiro valor dos dados não reside no seu volume, mas na sua aplicação estratégica para melhorar as estratégias de marketing, aprimorar a eficiência operacional e gerar resultados comerciais tangíveis.

Se, no entanto, não estiver contribuindo ativamente para esses objetivos, pode ser aconselhável deixar dados desnecessários na prateleira.

Fonte: MyTotalRetail

https://www.mytotalretail.com/article/shopping-for-data-what-data-should-retailers-be-collecting/

Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor