Experience On / Dados

3 coisas que você precisa saber sobre violações de dados

por Elcio Santos - 13/11/2019

2 ou 3 coisas que você precisa saber sobre violações de dados (para começar, o custo é bem alto)

Em julho, a IBM Security publicou um estudo global que encomendou ao Instituto Ponemon com uma informação alarmante: o custo de uma invasão de dados aumentou 12% nos últimos cinco anos passando, em média, para US$ 3,92 milhões.

Esse custo varia de indústria para indústria e de país para país.

3 coisas que você precisa saber sobre violações de dados

No Brasil, por exemplo, o custo médio de uma violação de dados é de US$ 1,35 milhão (R$ 5,4 milhões), enquanto nos Estados Unidos o custo é de astronômicos US$ 8,19 milhões, mais que o dobro da média.

O problema é que o “custo brasileiro” cresceu 18,93% desde o estudo anterior.

E o impacto, dada a diferença entre as duas economias, talvez seja ainda mais devastador em nosso país.

Outro fato preocupante é que aumentou os número de dias, comparando com 2018, que uma empresa leva para identificar a violação de dados, de 240 para 250, e para conter a violação, de 100 para 111 dias.

Porque o timing é fundamental, como descobriu outro estudo, da Braintree, empresa do grupo Paypal.

Segundo essa análise, o custo em média de uma violação identificada em até 100 dias é de US$ 2,8 milhões, mas pula em média para US$ 3,83 milhões quando a identificação é feita após 100 dias.

O relatório da IBM também analisou o impacto financeiro de uma violação de dados ao longo do tempo.

Foi a primeira vez que essa análise foi feita e a conclusão foi que que seus efeitos serão percebidos por anos.

67% é percebido no primeiro ano, 22% no segundo e 11% vão além de dois anos após uma invasão.

Em organizações com ambientes altamente regulamentados, como saúde, energia, farmacêutico e serviços financeiros os gastos foram maiores no segundo e no terceiro ano.

Com a entrada em vigor da LGPD, em agosto de 2020, esse quadro pode se agravar.

A não ser que se tome as preventivas necessárias.

Não, não é tão complicado, converse com um dos nossos especialistas.

Descomplique já

Converse com um especialista em estratégia de CRM