Experience On / Mundo dos Dados

Como Criar Comunidades Online? No setor varejo faz toda a diferença!

por Elcio Santos - 10/08/2023

Na China, o aumento da concorrência no mercado e os custos de publicidade levaram as marcas a repensar suas estratégias digitais para escalar com lucro.

Como Criar Comunidades Online? Leia e descubra!

Houve uma mudança no foco do marketing no país, com os consumidores valorizando cada vez mais o storytelling da marca, a conexão, a responsabilidade e a experiência de compra.

Por exemplo, na China, a tendência promoveu o uso das plataformas de mídia social WeChat e Douyin, a fim de  construir marcas e varejistas através de comunidades.

De acordo com o CMXHub, 66% dos profissionais de varejo dizem que suas comunidades online tiveram um impacto positivo na retenção de clientes e 55% dizem que viram um aumento nas vendas.

Como Criar Comunidades Online com Segurança?

Comunidades criam confiança entre os clientes, estabelecendo uma persona que ressoa com os clientes e entendendo os pontos problemáticos do consumidor.

O que permite que os consumidores compartilhem incondicionalmente seus verdadeiros pensamentos sobre a marca.

Munidas de insights sociais sobre seus consumidores, as marcas podem agregar mais valor a seus clientes.

Em suma, eles podem recomendar produtos aos clientes em seus aniversários para criar um toque pessoal, personalizar suas ofertas para maior relevância.

Além de desenvolver um forte valor de marca.

Além disso, as comunidades fornecem um espaço virtual onde os clientes podem participar ativamente de tópicos de discussão e se conectar com pessoas que pensam da mesma forma, resultando em maior envolvimento entre clientes e marcas.

Em resumo, as comunidades também ajudam as marcas a obter uma compreensão mais profunda do público, reunindo feedback sobre seus produtos e serviços.

>>>Modelagem com Inteligência Artificial e Enriquecimento de dados? Fale com a Always ON!

Fonte: SmartBrief

Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor