Experience On / CRM, Mídias Sociais

3 motivos para você considerar as mídias sociais em sua estratégia de CRM em 2020

por Elcio Santos - 15/01/2020

Se você escolheu uma carreira ligada ao marketing, não precisamos de bola de cristal para adivinhar seu temperamento: você é uma pessoa que gosta de desafios. E sendo assim, parabéns!

Estratégia de CRM em 2020: se você escolheu uma carreira ligada ao marketing, não precisamos de bola de cristal para adivinhar seu temperamento: você é uma pessoa que gosta de desafios.

E sendo assim, parabéns!

Você não poderia escolher um momento mais interessante ou desafiador para exercer seus talentos.

Novas plataformas e novas tecnologias surgem praticamente todo dia – e as pessoas como você que não têm medo de experimentá-las são as que têm mais probabilidade de chegarem à frente da concorrência.

Yuval Ben-Itzhak, um dos maiores especialistas em mídias sociais e CEO da Socialbakers, uma solução que trabalha nessa área principalmente através do uso de Inteligência Artificial, acredita que há três coisas que precisamos não apenas prestar atenção como estar prontos para experimentá-las (é o que já estamos fazendo aqui na AlwaysOn): Social Commerce.

Realidade Mista, isto é, Realidade Virtual  (RV) e Realidade Aumentada (RA), e Marketing de Influência.

A Estratégia de CRM 2020

1. Social Commerce

Yuval está convencido de que 2020 pode ser o ano em que o comércio social decolará.

Mais e mais clientes estão fazendo compras diretamente das plataformas de mídias sociais, em vez de irem para um aplicativo ou para um site de compras depois de descobrir um produto nas redes.

Segundo os dados da Socialbakers, o conteúdo relacionado às compras está proliferando rapidamente nas mídias sociais.

E as plataformas estão estimulando o crescimento da tendência, adicionando mais recursos de comércio eletrônico.

O Instagram já lançou o Instagram Shopping para marcas selecionadas, oferecendo às empresas uma vitrine imersiva para que as pessoas descubram e explorem produtos, bem como links para compras.

A família de aplicativos do Facebook já oferece ferramentas para atendimento ao cliente e gerenciamento comunitário, para que toda a atividade do funil de marketing — da descoberta do produto ao atendimento e evangelismo pós-compra — possa acontecer nas mídias sociais.

E a TikTok recentemente abriu as portas para o comércio social com testes beta que permitem que os influenciadores incorporem links de comércio social em vídeos no aplicativo.

2. Realidade Mista (RV/RA)

A Realidade Virtual e a Realidade Aumentada têm sido associadas ao mundo dos jogos e a filmes de Hollywood de alto orçamento.

Mas o fato é que varejistas e profissionais de marketing que veem RV e RA apenas como truques para chamar a atenção estão subestimando muito o potencial dessas tecnologias.

Essas tecnologias podem ser usadas para envolver e excitar o público, criar reconhecimento da marca e impulsionar a descoberta e compra de produtos.

Imagine dar aos consumidores a oportunidade de navegar pelos produtos através de cabides e showrooms de roupas virtuais e, em seguida, proporcionar a eles uma experiência realista com o produto antes de levá-los a uma compra.

Embora possa levar de cinco a dez anos para ser usado em escala, as tecnologias de RV prometem ser uma arma poderosa no arsenal do profissional de varejo.

A Gap já experimentou a RV na forma do aplicativo DressingRoom que os compradores podem usar para experimentar roupas virtualmente antes de comprar.

O Instagram também lançou o Stories para algumas contas para experimentar produtos via RV e RA, interagir com as roupas e experimentá-las.

Certamente veremos mais experimentos com RA e RV em 2020.

3. Marketing de Influência

Dizem por aí que marketing via influenciadores está em declínio, mas Yuval acredita que o oposto é verdadeiro.

O marketing de influência está mais forte do que nunca.

Os consumidores estão cada vez mais buscando vozes confiáveis ​​ao tomar decisões de compra.

Isso representa uma grande oportunidade para influenciadores e marcas se unirem para criar conexões autênticas com o público.

Grandes marcas de consumo em beleza, moda, comércio eletrônico e automóveis utilizaram o marketing de influência em 2019 e descobriram que seus esforços impulsionaram os negócios.

É de esperar que eles aumentem seu investimento em 2020, ajudando a tornar o marketing de influenciadores uma indústria de US$ 10 bilhões este ano.

E você, já está de olho na experiência dos seus consumidores?

Converse com um especialista da AlwaysOn e descubra que esse monitoramento do mercado pode ser muito mais descomplicado do que você pensa.

Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor