Experience On / AI

Inteligência Artificial. Como usar para gerar crescimento dos seus negócios

por Maudy Pedrão - 17/06/2020

A primeira coisa que você precisa fazer é tirar certas ideias ingênuas da cabeça.

Esqueça os robôs falantes, os “exterminadores do futuro” e coisas assim…

A Inteligência Artificial tem muito mais a ver com como entender o comportamento humano para resolver os problemas que se apresentam em um mundo que é cada vez mais omnichannel.

Claro que estamos falando em capacidade de processar de forma rápida e eficiente um volume imenso de dados geralmente não estruturados. Ou seja, Big Data + Cloud Computing.

Mas não apenas isso.

Pelo contrário, a Inteligência Artificial só faz sentido quando conseguimos humanizá-la, dando consistência e relevância à narrativa ao longo da jornada do comprador, conectando as funções robóticas — machine learning, a capacidade das máquinas chegarem a conclusões autônomas diretamente a partir dos dados e não de regras de negócio; deep learning, algoritmos complexos que emulam as redes neurais dos nossos cérebros; e processamento da linguagem natural — às emoções do público.

De funil a volante: aplicando inteligência artificial ao seu marketing/vendas

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial

Até algum tempo atrás, o consumidor era, de certa forma, atirado na boca do seu funil de marketing/vendas e “escorregava” por ele até virar cliente.

O máximo que você fazia era fornecer alguns estímulos nos pontos certos para evitar que “encalhasse” em algumas etapas.

Hoje em dia, no entanto, as coisas tornaram-se bem mais complexas.

Com a multiplicidade de canais disponíveis, o consumidor pode entrar no seu funil (se é que ainda dá para chamá-lo dessa forma) em qualquer ponto, a qualquer momento.

E em cada um desses pontos e momentos ele estará sensível a formatos e conteúdos de mensagens diferentes.

Resumindo, a imagem do funil não é mais adequada.

Não faz mais sentido a visualização de pontos estanques em que o consumidor, que pode nem estar na imagem, deslize por ele quase que de forma involuntária.

A imagem que sugerimos é a de um volante, em que áreas como marketing, vendas e serviços estejam girando em torno do consumidor.

Ele é o centro de tudo.

E sabe disso.

E cada vez mais age dessa forma.

Nesse sentido, a experiência do consumidor é uma coisa que nunca para.

E não deve parar, mesmo.

É aí que a inteligência artificial é realmente útil, pois pode ser usada para um envolvimento abrangente em sua estratégia de marketing.

Ao avaliar constantemente a intenção, as interações dos clientes são determinadas nos canais para criar uma verdadeira experiência omnichannel.

O desafio a que nos propomos aqui na Always On é tornar isso um processo descomplicado.

E estamos conseguindo, como nossos clientes poderão lhe contar.

Venha conversar com um dos nossos especialistas.

Temos histórias muito interessantes sobre como estamos empregando a Inteligência Artificial.

Descomplique já

Converse com um especialista em estratégia de CRM