Experience On / Mídias Sociais

3 tendências das mídias sociais em 2020, na visão de especialistas

por Elcio Santos - 11/11/2019

Com 2020 a poucos meses de distância e todo o entusiasmo que uma nova década traz, não é hora de sua estratégia de marketing via mídias sociais receber uma atualização?

3 tendências das mídias sociais em 2020

Então, você precisa conhecer esse trabalho realizado pela Talkwalker, plataforma de escuta social e análises, em parceria com a HubSpot.

Eles ouviram mais de 50 especialistas sobre os principais fundamentos sobre os quais as estratégias de marketing serão construídas a partir do próximo ano.

As empresas reuniram especialistas do setor, profissionais de relações públicas, gurus das mídias sociais e influenciadores de praticamente todo o mundo.

Da ascensão do TikTok ao crescimento do vídeo, da crescente importância da confiança na marca até a aceitação da Inteligência Artificial, passando pela questão cada vez mais crucial da proteção aos dados pessoais e privacidade, essas tendências são o que todo profissional de marketing discutirá no próximo ano e nos próximos anos.

Em relação à metodologia, dados e fontes foram identificados através do Talkwalker Analytics e do QuickSearch.

Foram reunidas menções de tópicos de uma variedade de mídias, incluindo sites de notícias, canais de mídia social, blogs e fóruns.

Os dados foram coletados a partir dos primeiros 6 meses de 2019.

Com algumas exceções.

O QuickSearch reuniu 13 meses de dados anteriores a partir do momento da produção (agosto de 2019).

A análise de sentimentos, de vídeos e reconhecimento de imagem foram realizadas pelo Talkwalker AI Engine com uma precisão média de 90%, inclusive a capacidade de detectar comentários sarcásticos.

As imagens são comparadas a um banco de dados com mais de 30.000 logotipos de marcas, para ajudar a identificar imagens de marcas em fotos e vídeos em mídias sociais.

Em alguns casos, eles podem ter sido aprimorados usando operadores booleanos, para ajudar a remover falsos positivos.

Este texto é uma resumo de algumas tendências do ebook (são 8 no total), mas você pode receber o ebook (em inglês).

E ainda podemos marcar uma conversa para deixar tudo ainda mais descomplicado.

Mas vamos às tendências.

3 tendências das mídias sociais em 2020

3 tendências das mídias sociais em 2020

Social Media 2020

1 – Você deveria incluir TikTok em  sua estratégia de marketing

As novas plataformas de mídia social vão estar em uma posição de destaque no cenário da mídia, com os profissionais de marketing tendo que se adaptar às flutuações da popularidade.

Os novos canais oferecem maior ROI ou um público mais adequado?

É isso que os profissionais de marketing terão que entender no próximo ano.

O aumento de menções sociais para o TikTok foi significativo.

Em janeiro de 2019, o Talkwalker encontrou 1,6 milhão de menções ao aplicativo, crescendo 62,5%, para 2,6 milhões de menções até junho.

Isso é especialmente importante para as gerações mais jovens, pois 66% dos usuários do TikTok têm menos de 30 anos.

Um dado importante é que, em 2019, vimos o Instagram atingir 1 bilhão de usuários ativos mensais, consolidando-o como o 5º maior canal de mídia social.

Agora, estamos vendo o TikTok em sua cola – eram 500 milhões de usuários ativos mensais em junho de 2018, agora acredita-se que já sejam 750 milhões.

Para os profissionais de marketing, o surgimento de redes únicas e de nicho não devia ser uma surpresa.

As pessoas não estão mais procurando grandes comunidades, e sim as relevantes.

Menos ruído, engajamento mais genuíno.

O TikTok só começou a testar anúncios em janeiro de 20195.

E os profissionais de marketing adoram métodos testados.

Mas a sorte favorece os ousados.

O ideal é ser pioneiro.

Grandes marcas como Pepsi, Nike e Sony Music estão construindo comunidades no TikTok, alinhando-se a novos influenciadores para criar conteúdo e obter seguidores dedicados.

A Pepsi India está gerando ótimos conteúdos gerados pelos usuários por meio de seu #SwagStepChallenge, com zero gasto em marketing na plataforma.

2 – Você deveria se preparar para aproveitar o poder da privacidade e do controle de dados em notícias falsas

As mídias sociais convivem com um problema de confiança, devido principalmente a duas questões: privacidade dos dados e informações falsas.

Em 2020, elas se adaptarão a esses problemas e reconstruirão a confiança da marca, acreditam os especialistas.

Ou virarão história.

Nos primeiros 6 meses de 2019, 39% das menções à privacidade de dados vieram de notícias, transmissão e blogs – um aumento significativo em relação aos 6 meses anteriores.

As notícias falsas também continuam sendo um problema.

Comparando o segundo semestre de 2018 com o primeiro de 2019, as menções a notícias falsas caíram 10,2%.

As melhorias nas marcas e nas plataformas de mídia social ajudaram, mas ainda há trabalho a ser feito.

A confiança em uma marca pode ser destruída se ela estiver vinculada a qualquer coisa que ponha em risco os dados dos clientes.

A tendência será de marcas e plataformas trabalhando duro para combater a desconfiança percebida nas mídias sociais.

Provavelmente isso incorporará alguma forma de regulamentação.

As menções às mídias sociais e à regulamentação aumentaram 39% de janeiro de 2019 a junho de 2019 –  até o Facebook acredita que deve haver regulamentação do governo para ajudar a gerenciar as mídias sociais.

3 – Você deveria começar a usar inteligência artificial – e vai adorar!

Nos últimos anos, os profissionais de marketing têm se esforçado para pensar positivamente sobre a IA.

Quando observamos as respostas emocionais vinculadas aos dados de conversação em torno dela, pouco mais da metade é negativa.

Mas isso está prestes a mudar.

O sentimento líquido mudou para o lado positivo a partir de junho de 2019 e permanece constantemente lá.

Enquanto mais pessoas associam alegria às conversas, as pessoas aceitam a IA e entendem seu potencial.

O maior problema anteriormente era a tecnofobia, e com razão.

Um relatório em 2017 previu que 800 milhões de empregos foram ameaçados pela automação.

Mas em 2018, no início de 2019, essa história evoluiu.

“Espero que a IA mude 100% dos empregos nos próximos cinco a 10 anos”, CEO da IBM, Ginni Rometty16.

Observe a diferença – estamos falando de mudanças.

As pessoas agora estão vendo o potencial que a IA pode trazer para a mesa, lidando com tarefas que os humanos não conseguem, liberando as pessoas para se concentrarem nos trabalhos que as máquinas não podem fazer.

Estamos começando a ver a integração entre inteligência artificial e inteligência humana à medida que a transformação digital entra em cena.

A experiência manual de IA, da automação aos chatbots, está mudando a percepção das pessoas, o que significa que a tecnologia agora é aceita no local de trabalho.

Para os profissionais de marketing, isso significa que é hora de se adaptar e iInvestir nas tecnologias de IA disponíveis para maximizar seus resultados, seja para acelerar seus esforços de marketing, gerenciar mais dados de maneira eficaz ou para melhorar a experiência do consumidor.

À medida que as marcas se tornam mais globais, os consumidores, alimentados pela necessidade de transparência, demandam um atendimento sempre ativo.

Os chatbots ajudam a fornecer esse serviço constantemente – não é de admirar que os chatbots tenham um valor de sentimento mais alto do que as outras tecnologias  de IA, com 57,3%.

Saiba mais pedindo o ebook.

Ou conversando com um dos nossos especialistas.

Descomplique já

Converse com um especialista em estratégia de CRM