Experience On / Mundo dos Dados

De Twitter para X é mais do que o fim de uma era

por Elcio Santos - 14/08/2023

A mudança da marca do Twitter para X é mais do que o fim de uma era – é uma dor de cabeça para os profissionais de marketing

Quase nove meses depois que Elon Musk assumiu o comando da plataforma de mídia social, o aplicativo de pássaros foi renomeado como X.

Essa transformação repentina representa um obstáculo significativo para os profissionais de marketing que confiavam na plataforma como parte de suas estratégias de mídia social.

Brian Chevalier-Jordan, CMO da National Business Capital, disse que está realmente desanimado.

Embora sua empresa não anuncie no Twitter, ou X, no momento, sua equipe estava considerando anunciar na plataforma nos próximos meses como parte de uma campanha mais ampla de mídia social paga.

Mas esse último movimento de renomear não o deixou exatamente animado.

“Estou preocupado que Musk continue a fazer mudanças aleatórias na plataforma, alienando usuários mais casuais do serviço, que tendem a ser pessoas para quem minha empresa comercializaria, ou alterando as ferramentas de publicidade que nos permitem segmentar os usuários”, disse ele. .

“Se os usuários começarem a desertar, isso reduz a utilidade da plataforma e, se as ferramentas se degradarem, fica mais difícil encontrar benefícios comerciais a partir dela.”

Claramente, a velocidade do rebrand pegou muitos profissionais de marketing de surpresa. Normalmente, essas mudanças são introduzidas gradualmente, permitindo que todos tenham a chance de antecipar e se adaptar. No entanto, este não foi o caso desta vez. No domingo, 23/7, Musk anunciou que a plataforma passaria por sua renomeação oficial para X. Na manhã de segunda-feira, o icônico logotipo do pássaro azul foi descartado e substituído em todo o site por um X.

Em teoria faz sentido. Musk tem falado sobre transformar o Twitter em um chamado “aplicativo para tudo”, como o WeChat, onde as pessoas podem fazer todo tipo de coisa, desde comprar mercadorias até conversar com seus amigos.

A reformulação da marca deveria ter sido um momento de clareza para os profissionais de marketing.

Até agora, porém, tem sido tudo menos esclarecedor para os profissionais de marketing que procuram entender quais são os planos de Musk para sua plataforma de negócios. Na verdade, esse movimento mais recente teve o efeito oposto, deixando os anunciantes inseguros e pouco convencidos.

“O que [os profissionais de marketing e usuários] querem do Twitter é consistência e isso é tudo menos isso”, disse James Greenfield, CEO e fundador da agência de branding Koto Studio.

“Todas as mudanças de marca e nome precisam ser feitas com cuidado e controle, onde agora isso é apenas mais caos. Elon [Musk] está usando um modo de produto ‘mova rápido e quebre as coisas’ com a marca da plataforma e isso deve deixar as pessoas preocupadas em termos de confiança.

”Considerando o histórico de Musk com o Twitter, esse último movimento abrupto apenas aumenta as preocupações existentes. Na verdade, isso corrói ainda mais qualquer confiança restante, se é que restava alguma, que os profissionais de marketing pudessem ter na plataforma.

Fonte: Digiday

Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor