Experience On / Dados

Ciência de Dados: o que está em alta?

por Elcio Santos - 23/12/2022

Os dados continuam a proliferar a uma taxa cada vez maior, tanto em volume como em diversidade de fontes, desafiando as empresas a se adaptarem para acompanhar o ritmo.

À medida que os recursos de IA e aprendizado de máquina amadurecem e as questões de ética e privacidade de dados se tornam primordiais.

Assim, as principais organizações estão sendo desafiadas a transformar seus processos de negócios e tecnologia para fornecer valor comercial.

Para isso, precisam alcançar a liderança orientada por dados em um cenário de ameaças competitivas e expectativas crescentes tanto por parte dos clientes como dos acionistas.

Em resumo, a barra está mais alta agora.

Mas, quão mais alta está a ciência de dados?

Esse é o tema central da NewVantage Partners 2022 Data and AI Leadership Executive Survey, “A busca para alcançar a liderança orientada por dados”.

Basicamente, a pesquisa ouviu um grupo representativo de executivos e negócios e tecnologia de empresas listadas na Fortune 1000.

Obviamente, sempre buscando entender o impacto transformacional que os dados teriam em seus organizações e indústria.

Os entrevistados concordam que o progresso foi feito ao longo da última década, porém tornar-se orientado por dados é uma jornada e ainda há muito trabalho a ser feito.

Nesse contexto, alguns resultados da pesquisa deste ano se destacam imediatamente:

73,7% das organizações nomeou um Chief Data and Analytics Officer, um percentual bem superior aos 12,0% , quando a pesquisa foi realizada pela primeira vez.

No entanto, 59,8% dessas organizações veem a função de Chief Data and Analytics Officer como ainda incipiente e em evolução, e 44,2% têm lutado com a rotatividade na função.

Sendo assim, as organizações lutam para se tornar orientadas por dados, com apenas 26,5% dos relatórios atingindo a meta.

E apenas 19,3% relatando ter estabelecido uma cultura de dados.

>>>O marketing de banco de dados, é uma estratégia que utiliza dados coletados sobre os clientes de uma empresa para direcionar e personalizar suas campanhas de forma mais eficaz. Fale conosco!

Os impedimentos culturais continuam sendo a maior barreira para as organizações se tornarem orientadas por dados, com 91,9% dos entrevistados identificando isso como o grande desafio.

A ética de dados está emergindo como uma questão de importância crescente, com apenas 44,1% das organizações relatando dados bem estabelecidos.

Além de políticas e práticas de ética em IA em vigor, e apenas 21,6% respondendo que o setor fez o suficiente para abordar dados e ética de IA.

Em suma, quem quiser ler o relatório na íntegra, em inglês, deve enviar um email para elcio@aodigital.com.br, solicitando uma cópia.

Fonte: New Vantage Partners

Descomplique já

Fale com um dos nossos especialistas em Estratégia do Consumidor